sexta-feira, outubro 01, 2004

DESPEDIDA

Construí para nós
um leito de palavras,

cobri nossos corpos
com lençois de ternura,

almofadas de carinho,
pra repousares sorrindo
teu olhar - essa doçura


levei meu amor
dentro do teu sonho

em palavras loucas
disse os meus desejos

pedi o teu corpo
cobri-o de beijos


mas ... cruel o destino
não posso ficar

trazer-te do sonho
viver para te amar

e ao dizer adeus
lágrimas de saudade

correm do desejo
do amor de verdade



Artur Lopes , 1 de Outubro de 2004-Zurich

19 comentários:

Andrea Motta disse...

A cada palavra sente-se o sentimento aflorado á pele,a alma.. Lembre-se no entanto que não se trata de Adeus..mas, um até breve... Gostei muito do que li, sua poesia é doce e muito bonita. Beijos. Andréa

Micas disse...

É belo o teu poema. Sentido. Mas nunca se diz Adeus, pensa antes num...[Até já...]
Fica bem. Bom fim-de-semana

RUTRA SEPOL disse...

Oi Andréa e Micas, agradeço os vossos comentários, mas o que eu pretendo mesmo é dizer adeus...se eu vos disser o titulo original talvez vocês entendam melhor...
"NET PASSION"
bjs
ARTUR

Anónimo disse...

jamais te direi adeus, apenas de direi atè ja.
beijinho
beta

Karol disse...

Oi Artur... seu texto me toca o coração... É tão triste quando amamos de verdade mas sabemos que devemos dizer adeus... Um até breve pode até soar melhor em algumas ocasíões, mas, se não vem do fundo do coração, por mais que isso doa, não é real e pode acabar doendo mais ainda, prolongando o sofrimento...
Bjinhos meu amigo querido, fique em paz e que você consiga dizer o que te for mais conveniente ;)

Micas disse...

Então Artur, é assim??? sem mais nem menos??? recuso-me a aceitar! Beijinho e boa semana

Anónimo disse...

Estàs sempre no meu pensamento e em meu coração,
por isso nunca digas adeus. Apenas atè breve.
Vens.................?!
Beijão
BETA

Roxanne disse...

olá Artur...há muito que não andava por estas bandas e mal chego, fico logo encantada...como no sonho...parabéns....beijinho

Micas disse...

Bom fim de semana e repensa neste assunto! Fica bem.

MONALISA disse...

Entendo-te, Artur. Está muito bonito. Expressaste bem.
Um beijinho

Anónimo disse...

teus doce beijos são difìceis de esquecer.
não somos de pedra mas o amor pelo outro
faz-nos esquecer a pedra no sapato...:)))
AMO-TE MUITO
B..

FataMorgana disse...

Que poema tão bonito! Gostei mesmo muito, muito.
Um beijo*

frog disse...

Olá! Obrigado pelas palavras tão gentis. Gostei muito deste espaço, onde vim encontrar bela poesia. Vou voltar mais vezes...

Um abraço

R disse...

DIAS QUE NÃO TÊM FIM
AMO-TE, BEIJÂO:))
B.

BlueShell disse...

isto está diferente. Olha...
Pronto...já terminei...até estou cansada, canecos...

whiteball disse...

Estou de volta...espero! É que este início de ano lectivo está a dar cabo de mim...

R/B Estação disse...

Só cá cheguei agora e já oiço falar em Adeus...
Espero que continues a escrever porque gostei muito do que li até agora.
Um abraço.

Andrea Motta disse...

Bom dia querido, agora que já está em casa, o que acha de atualizar? Gosto imensamente de ler você.... Beijo. Andréa.

Anónimo disse...

Best regards from NY! film editing schools